Publications Languages Brasil Dansk Deutsch English Espanol Farsi Finnish Francais Greek Hungarian Italia Japanese Latvian Polish Portuguese Svenska
This is the official website for Nicotine Anonymous World Services. Any unauthorized website using Nicotine Anonymous' name and providing information, opinions, literature or outside links to other websites are not and have not been approved by Nicotine Anonymous World Services.

Publications

 

Décimo Promeiro Passo

Procuramos, através da prece e da meditação, melhorar o nosso contato consciente com Deus, da maneira como nós O compreendíamos, rogando apenas o conhecimento de Sua vontade em relação a nós e forças para realizar esta vontade.
Passamos nossas vidas aumentando a distância entre nós e a paz que está dentro de nós mesmos. Jogamos nuvens de fumaça entre nós e nosso Poder Superior até não podermos mais vê-Lo. O Décimo Primeiro Passo é o que fazemos para limpar a fumaça e enxergar a nós próprios e nosso relacionamento com Deus sob uma luz clara e serena. Fortalece a conexão entre nós e o nosso Poder Superior. Analisá-lo em partes poderá ajudar-nos no exame deste importante passo.

"Procuramos, através da prece e da meditação..."

Cada pessoa deve chegar ao seu próprio entendimento sobre o que significa orar. A prece é vista por alguns como uma "elevada percepção da intuição". Outros a vêem como sendo falar com o seu eu superior, ou falar com Deus. Algumas pessoas já tinham estabelecido alguma forma de orar antes de entrarem para o programa. Para estas talvez não tenha sido um problema começar um contato com um Poder Superior. Outros acharam difícil, se não impossível, orar. O importante é fazer o que for necessário para fortalecer a união entre nós e um poder superior a nós. Pessoas com dificuldade em orar também podem pedir ajuda de companheiros de
Nicotina Anônimos. Um padrinho pode ser de especial ajuda neste estágio, ao partilhar sua experiência, força e esperança.

Não existem orações, modos de orar ou lugares para orar que sejam certos ou errados - mas é crucial procurarmos sinceramente a vontade de Deus. O que funcionar está certo e não deve ser julgado por ninguém. Algumas pessoas só sentem que estão orando se ficarem de joelhos submetendo-se ante seu Poder Superior. Outros oram enquanto trabalham, treinam ou dirigem seus carros. Mostrou-se útil começar o dia com algum tipo de oração pedindo a Deus que nos guie e que dirija nossos pensamentos em direção à Sua vontade. À noite, antes de dormir, podemos empregar algum tempo para fazer mentalmente uma lista de todas as coisas que temos a agradecer por hoje: mais um dia livre da nicotina, nossa saúde, nossos amigos, entes queridos, nossos trabalhos, nossos lares, etc. Podemos refletir sobre as mudanças ocorridas em nossas vidas desde que paramos de usar nicotina e começamos a libertar-nos dos reflexos egoístas e centrados na vontade própria.

No passado muitos de nós oramos a Deus apenas para pedir coisas ou resultados específicos. Agora perguntamo-nos: "Como posso pedir algum resultado específico se afinal não sei o que é bom para mim ou para os outros?" A aceitação - e não o controle - é a chave. Enquanto estivermos pedindo coisas específicas não estaremos entregando ou deixando Deus agir. Adotando a atitude de dizer: "Seja feita a vossa vontade, não a minha", recebemos muito mais do que jamais sonhamos. Ao invés de pedir o que queremos ou achamos que precisamos, oferecemo-nos a Deus como servos de boa vontade, prontos para agir como Deus achar conveniente.

Como a oração, também as técnicas de meditação variam muito, e cada pessoa deve encontrar seu próprio modo. A meditação deixa-nos silenciosos, abertos e receptivos. Ajuda-nos a entrarmos em nós mesmos, a ficarmos quietos, a nos esvaziarmos para que Deus possa entrar e nos preencher. Sentar-se calmamente defronte a uma vela pode ajudar a produzir um estado de calma interior e de concentração. Ou então sentar-se só numa praia isolada, ou sob uma árvore nas montanhas, ou numa cadeira na mesa da cozinha. Um meio de começar a meditar é simplesmente sentar-se quieto e concentrar-se nos movimentos da respiração. Deixe o diafragma fazer o trabalho - apenas observe o que acontece. Outra ferramenta que algumas pessoas usam é visualizar Deus no coração. Deixe-O expandir-se e tomar seu corpo, o quarto, o mundo.

"...melhorar o nosso contato consciente com Deus..."

 Não importa o que façamos pelo nosso Décimo Primeiro Passo, o importante é fazer algo. Este é um passo de ação. Embora muitos de nós comecem praticando o Décimo Primeiro Passo durante alguns minutos por dia, descobrimos pela experiência que é possível estar em conexão com nosso Poder Superior durante todos os momentos do dia ou da noite. Apesar de muito difícil, isto é possível. Muitos descobrem que quanto maior o contato com seu Poder Superior, mais serenos ficam.

Algumas pessoas descobriram instrumentos úteis para conseguir um contato mais constante com Deus.
Eis alguns deles:

Um Deus ou Poder Superior que funcione: não há regras para isto. Deus pode ser uma voz interior, a natureza, outra pessoa ou uma rocha. O programa só funciona se formos livres para explorar nossos próprios caminhos individuais e para compreender a experiência de Deus que precisamos por hoje.

É importante lembrar que alcançar uma compreensão de Deus é um processo e não um evento isolado. Temos a vida inteira para encontrar Deus, sentido, respostas. Não há pressa. Um dia de cada vez. Deus nos dará o que precisarmos para fazer o que for preciso.

"...rogando apenas o conhecimento de sua vontade em relação a nós..."
 Como saber qual a vontade de Deus para nós? Às vezes pode ser mais fácil pensar em qual não é a vontade de Deus. Não deve ser vontade de Deus que continuemos usando nicotina. Usar nicotina afastou-nos de Deus. Abandonar o uso de nicotina começou a levar-nos para perto de Deus.

Quando nos concentramos em rogar pela vontade de Deus, e realizamos esta vontade, nossos próprios desejos mesquinhos e vontades egoístas começam a diminuir. Ficamos mais serenos e fluímos de acordo com nossa própria natureza essencial. Descobrimos que os frutos de nossas ações são assunto de Deus e não nosso. Envolvemo-nos mais com a ação e menos com os resultados. A vida é mais fácil quando afastamos os nossos egos do caminho e assentamos nossas mentes e nossos corações firmemente em nosso Poder Superior.

"...e forças para realizar esta vontade".
Esta é a última coisa que o Décimo Primeiro Passo sugere - que oremos por forças para realizar a vontade de Deus. Alguns vêem esta força como sendo boa vontade, aceitação, coragem, e compromisso. Outros chamam tudo isto de fé. Fé não significa estupidez ou cegueira. Fé significa aceitar, com os olhos abertos e os corações cheios de amor, a tarefa que se apresentar diante de nós, sabendo que seremos cuidados e que receberemos o que precisarmos. Alguns dizem que a fé é nosso relacionamento com Deus. É preciso fé para entregar a Deus. Uma vez que nos libertarmos de nosso velhos hábitos, desejos e vínculos, talvez sintamos necessidade de nos vincularmos a alguma coisa. O Décimo Primeiro Passo sugere que nos vinculemos ao nosso Poder Superior e que alimentemos a fé para cumprir os desígnios de Deus.

Ninguém é perfeito. Mas se nossas motivações forem claras e desinteressadas, e dirigidas ao nosso Poder Superior, nosso Décimo Primeiro Passo nos levará a uma profunda e duradoura serenidade.